Lei Feliciano completa 6 anos: revolução na causa animal

Lei Feliciano completa 6 anos: revolução na causa animal

A Lei Feliciano (12.916/08), que proíbe a matança indiscriminada de animais em Centros de Controle de Zoonoses, canis municipais e congêneres no estado de SP, entrou em vigor há seis anos.

“Esta é uma verdadeira revolução na causa animal. Antes era comum a figura da carrocinha, que recolhia e matava os animais, sem dó nem piedade, com câmara de gás, choques elétricos, a pauladas e até mesmo afogados em caixas d’água. Hoje, os CCZs precisam tratar a animal resgatado e doá-lo saudável à população – caso contrário, o prefeito pode perder o mandato por improbidade administrativa. Foi uma enorme mudança de paradigma” declara Feliciano Filho.

Nesses seis anos, a Lei Feliciano já foi aprovada em São Paulo, Rio Grande do Sul, Pernambuco, Alagoas, Goiás e Paraná e tramita em Minas Gerais, no Espírito Santo, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, Maranhão e no Distrito Federal. “É uma revolução que varre o país”, afirma o deputado



Traduzir