Feliciano leva importantes questões à Secretaria Estadual do Meio Ambiente

Feliciano leva importantes questões à Secretaria Estadual do Meio Ambiente

Abandono de animais nos parques estaduais foi tema de seminário na Secretaria do Meio Ambiente – SMA, nesta terça-feira (27). Em busca de soluções para o problema, o secretário do Meio Ambiente, Bruno Covas, convidou entidades protetoras e especialistas para debater experiências em relação ao tema.

Presente no evento, o deputado estadual Feliciano Filho colaborou com o debate e levantou ainda quatro pontos pouco ou nunca abordados em eventos do gênero: a questão do consumo excessivo de água pela pecuária de corte, a inclusão do crime de maus tratos a animais no Novo Código Penal, sua luta para a aprovação da lei que estende os benefícios da Nota Fiscal Paulista às entidades de proteção animal e a castração de animais no entorno de novas rodovias estaduais, subsidiada pelas concessionárias.

Além da presença do secretário e de deputado, o seminário contou ainda com representantes das entidades, da Polícia Militar Ambiental, da Fundação Florestal (FF), do Centro de Controle de Zoonoses da cidade de São Paulo, do Centro de Fauna Silvestre (CFS/CBRN) e da Coordenadoria de Educação Ambiental (CEA), da SMA e com o apoio da Agência de Notícias de Direitos Animais (ANDA).

O seminário pretende criar condições, em conjunto, para que a Secretaria do Meio Ambiente e a Polícia Militar Ambiental possam dar o atendimento adequado aos animais abandonados nos parques estaduais e orientar corretamente os gestores dos parques sobre como proceder diante do problema. Segundo a Secretaria do Meio Ambiente, os casos de abandono nos parques estaduais, muitas vezes, são fruto da má informação por parte da população, que acredita, erroneamente, que o animal sobreviverá – e bem – na natureza.

Importante destacar que, segundo a Lei de Crimes Ambientais 9605/98, maus-tratos é crime e abandono é uma das piores formas de maltratar um animal.



Traduzir