Feliciano Filho e UPA acompanham o caso da cadelinha ferida por explosão em Campinas

Feliciano Filho e UPA acompanham o caso da cadelinha ferida por explosão em Campinas

O fundador da União Protetora dos Animais de Campinas, Feliciano Filho, esteve nesta segunda (02) no hospital veterinário onde está internada a cadelinha que sofreu ferimentos após ter entrado em contato com o artefato explosivo lançado por um dos integrantes da equipe do cantor Thiaguinho.

O animal que sofreu forte hemorragia com a explosão, teve a junção da mandíbula fraturada e com o estampido, não responde aos estímulos sonoros, o que levou a suspeita de perda de audição. Ela está medicada com anti-inflamatórios, antibióticos e está sob o efeito morfina para alívio das dores e controle do estado de choque que a acometeu.

Uma cirurgia corretiva na região afetada foi realizada nesta terça (03) e apesar de ela não correr mais risco de morte, o período de recuperação poderá chegar a até sessenta dias além de ela só conseguir ingerir alimentos pastosos e água, pois a mastigação causa deslocamento da área afetada, causando mais dor.

O veterinário responsável pelo seu tratamento, salienta que a rápida ação da U.P.A. foi primordial para salvar a vida do animal, uma vez que a quantidade de sangue perdida foi muito grande o que poderia levá-la ao óbito.

Após o pedido de resgate, se passaram cerca quarenta minutos para que a cachorra fosse retirada do ponto de táxi onde a cadela era tratada comunitariamente pelos taxistas locais. Ela não poderá retornar ao convívio no local, uma vez que os danos causados à sua audição a impedirão de viver com segurança.

A U.P.A. assumiu interinamente o tratamento da cadelinha, que será inserida no programa oficial de adoção da entidade, e estando recuperada, será castrada, identificada, vacinada e vermifugada e os interessados em adotá-la passarão pelo processo de triagem realizado pela equipe de atendimento, podendo assim escolher a família que tenha o melhor perfil para cuidar dela.

Até o presente momento, não houve manifestação da equipe do cantor para esclarecimentos, várias tentativas da nossa equipe e até mesmo da imprensa foram feitas sem nenhum retorno. Somente houve contato de um dos produtores do evento na cidade de Campinas que informou que o cantor teria interesse em adotar o animal e arcar com os custos do tratamento, mas nada oficial.

Em visita realizada ao delegado da Delegacia de Proteção Animal de Campinas onde foi registrado o Boletim de Ocorrência, Feliciano foi informado que os nomes de todos os integrantes da equipe que estavam no hotel já foram levantados e caso não seja divulgado o nome do autor do lançamento do explosivo, todos serão convocados para prestar esclarecimentos contribuindo para que o caso seja solucionado e o verdadeiro responsável devidamente punido.

“Estamos acompanhando de perto este caso e cobramos do cantor Thiaguinho uma confirmação de que o funcionário foi demitido,” exigiu Feliciano. “A sociedade aguarda essas informações.



Traduzir