Feliciano e UPA registram B.O. contra agressor de Pit Bull em Campinas

Feliciano e UPA registram B.O. contra agressor de Pit Bull em Campinas

O deputado Feliciano Filho junto à União Protetora dos Animais (UPA) registrou um Boletim de Ocorrência (B.O.) contra o responsável pela morte do cachorro Pit Bull, que foi brutalmente puxado por uma moto no bairro Nova Aparecida, em Campinas. O registro da ocorrência foi formalizado no 8º DP, onde se encontrava o delegado responsável pela investigação, Dr. José Roberto de Andrade.

Feliciano Filho solicitou empenho da Polícia para averiguar o responsável pelo crime, já que a placa da moto foi anotada. “O artigo 32 da Lei Federal 9.605 de 1998 prevê detenção de três meses a um ano, e multa à pessoa que cometer maus tratos contra os animais. A pena é aumentada de um sexto a um terço neste caso, já que o animal foi morto. Cabe agora às autoridades policiais exercerem empenho para punir o responsável por este ato bárbaro”, declara o parlamentar.

A morte do animal foi amplamente divulgada pela imprensa nesta quarta-feira, 24 de fevereiro. Segundo a reportagem, o cachorro estava amarrado por uma corda a uma moto que circulava pelo Km 105 da Via Anhanguera. O animal foi abandonado no local com ferimentos em todo o corpo após atingir a exaustão. De acordo com as testemunhas, o motociclista alegou que havia sido pago para dar um fim ao cachorro. O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) prestou os primeiros socorros, mas o animal sucumbiu à agressão e veio a falecer.

Acompanhe mais detalhes sobre este caso no Programa Planeta Bicho, veiculado todos os sábados, às 13h15, na TVB Campinas. Moradores da Baixada Santista recebem a transmissão do programa também aos sábados, às 10 horas, na mesma emissora. Confira também pela internet no site:www.programaplanetabicho.com.br.

MAIS DENÚNCIAS

No 8º DP Feliciano presenciou também a denúncia de uma munícipe que teve 11 gatos vitimados por crimes de maus tratos. Segundo o B.O. que ela registrava, dois gatos foram queimados, um envenenado e sete estavam desaparecidos. O deputado pediu que o delegado José Roberto exercesse igual empenho na apuração deste caso.

Em atenção aos casos recentes de agressão contra os animais em Campinas, Feliciano foi ainda ao 4º DP, onde havia sido feito o registro do caso da dona Noemi Rita, da chácara do Recanto Dourados. Noemi teve 11 de seus cães envenenados na segunda quinzena de janeiro. Durante o carnaval, mais seis animais foram mortos. Nessa semana, a munícipe registrou denúncia pela ocorrência de mais dois envenenamentos. De acordo com o delegado do 4º DP, várias pessoas já foram interrogadas para este caso, mas até o momento não há provas suficientes para incriminar ninguém. Com o surgimento de um novo suspeito, mais pessoas serão convocadas para prestar depoimento na delegacia.

AÇÃO CONTRA O ENVENENAMENTO

Com objetivo de cessar os casos de envenenamento, o deputado Feliciano Filho está elaborando um projeto de lei para ampliar a restrição e a fiscalização da venda de chumbinho no Estado de São Paulo.

DELEGACIA ESPECIAL PARA ANIMAIS

O parlamentar fará também uma indicação ao Governo do Estado para que se institua em Campinas uma delegacia especial para atender exclusivamente crimes praticados contra os animais e o meio ambiente.



Traduzir