Deputado atende denúncia sobre abate clandestino de porcos

Deputado atende denúncia sobre abate clandestino de porcos

Na sexta feira dia 06/12 a Upa recebeu várias ligações de pessoas horrorizadas, algumas chorando por conta de um matadouro clandestino de porcos próximo de suas casas.

De tempos em tempos iniciava-se uma gritaria de horror dos animais na hora de serem abatidos e, segundo moradores que conseguiram avistar pela janela de seu apartamento, a pessoa desferia vários golpes de faca até conseguir atingir o coração do porco. Não suportando mais o sofrimento destes animais e, também não sendo atendidos, mesmo depois de muita insistência, pela Vigilância Sanitária nem pela Policia Militar, ligaram para UPA como ultima esperança.

Prontamente o Deputado Feliciano Filho entrou em contato imediatamente com a Vigilância Sanitária e com a Policia Militar, explicando que esse ato se constituía em dois problemas seríssimos:

1º – Caracterizava-se crime, pois os animais só podem ser abatidos em frigoríficos oficiais, pois precisam passar por um processo de insensibilização antes do abate.

2º – Os animais não podem ser abatidos fora de um frigorífico oficial por ausência total de controle sanitário, ou seja, devidamente inspecionados e carimbados pelo SIF.

Convencidos de suas obrigações tanto a Policia Militar quanto a Vigilância Sanitária foram ao local, onde encontraram um porco já morto que foi imediatamente inutilizado pelo profissional da Vigilância Sanitária, que também lavrou uma multa e obrigou o proprietário a retirar do local os 11 porcos remanescentes.

A Policia lavrou um boletim de ocorrência para abertura de um inquérito policial.



Traduzir