19369381_1389010344514647_152798619_o
19369381_1389010344514647_152798619_o
banner 01 editado
banner 01 editado
banner 01 editado
banner 03 editado
banner 03 editado
banner 03 editado
banner 04 editado
banner 04 editado
banner 04 editado

publicado em 16 de junho de 2015

“Junho sem fogos!”, pede Feliciano

Amigos,

Junho é o mês das festas juninas e, consequentemente, o mês dos fogos de artifício. Isso me faz lembrar deste cachorro da foto, da raça Pitbull, que foi atingido por um rojão/bomba e teve a boca toda dilacerada. Apesar de todo o esforço do Drº Dhaer, do Hospital Veterinário Dr. Hato, ele não resistiu.

Quantas vidas mais teremos de perder para que as pessoas compreendam os riscos ocasionados por fogos de artifícios? Quem não se lembra do cãozinho Douglas, que morreu em pânico durante a Copa do ano passado? E da cadelinha Menina, que ficou surda vítima de uma bomba jogada por um membro de uma banda bastante conhecida? E mesmo do acidente ocorrido no rodeio de Hortolândia, que terminou com a morte de seis cavalos, do Beethoven, o cão mais conhecido de Campinas, e com nove pessoas feridas, sendo uma em estado grave? O barulho causado por espetáculos desta natureza causa pânico e desorienta os animais, devido à sensibilidade auditiva muito superior ao ouvido humano.

Diante dessas tragédias e pensando no bem estar dos animais, fiz o projeto de lei 370/2015, que proíbe o manuseio, a utilização, a queima e a soltura de fogos de artifício e artefatos pirotécnicos em eventos realizados com a participação de animais, ou em áreas próximas a locais onde se abrigam animais.

A multa para quem infringir esta Lei pode chegar a 60 mil reais, para pessoa física, e 200 mil reais, para pessoa jurídica, dobrando em caso de reincidência. Empresas podem também ter suas atividades interditadas.

#JunhoSemFogos

Curta e acesse:
www.facebook.com/felicianofilho.cps

(Foto: Dr Daher Pedro Filho, do Hospital Veterinário Dr Hato)

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Seu Depoimento