19369381_1389010344514647_152798619_o
19369381_1389010344514647_152798619_o
banner 01 editado
banner 01 editado
banner 01 editado
banner 03 editado
banner 03 editado
banner 03 editado
banner 04 editado
banner 04 editado
banner 04 editado

publicado em 17 de junho de 2016

FELICIANO PEDE PUNIÇÃO EM CASO DE CÃO-COMUNITÁRIO MORTO POR PM

Amigos,

Acabo de protocolar três comunicações oficiais, ao Comandante Geral da PM, ao Procurador Geral de Justiça do Estado de SP e ao GECAP – Grupo Especial de Combate aos Crimes ambientais (responsável também por investigar maus-tratos a animais) referentes ao caso do cãozinho Bob que, segundo testemunhas, foi baleado na cabeça por um policial militar irritado com seu latido. O caso tomou as redes sociais, com mais de 100 mil manifestações contrárias ao crime. Moradores bloquearam ruas e incendiaram ônibus.

Bob tinha 4 anos, vivia cercado de crianças e era um dos mascotes da favela de Heliópolis, a maior de São Paulo. O cachorro não tinha casa nem dono, mas ganhava banho, comida, água e até roupas dos moradores. Era um cão-comunitário, animal protegido pela Lei Feliciano, de minha autoria, desde 2008.

Na noite do último sábado (11), Bob brincava perto de duas crianças, de 4 e 7 anos, por volta das 20h, quando correu latindo atrás de um carro da polícia. De acordo com testemunhas do caso ouvidas pela BBC Brasil, que pediram para não ser identificadas, um policial se irritou com a situação, sacou uma arma e fez um disparo fatal na cabeça do cão. A foto do animal caído correu a internet.

Caso constatado que esta acusação de crime, cruel e covarde, tenha de fato partido de um policial militar, que tem o dever de preservar vidas e seguir a lei, o fato torna-se ainda mais inaceitável. Diante da gravidade do exposto, solicitei da PM e do Ministério Público apuração dos fatos, a fim de que providências sejam tomadas, com o intuito de punir de forma EXEMPLAR os responsáveis por este ato de crueldade e maus tratos com este animal indefeso.

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Seu Depoimento