banner site novo
banner site novo
banner 04 editado
banner 04 editado
banner 04 editado
banner 01 editado
banner 01 editado
banner 01 editado
DEPA
DEPA
DEPA

publicado em 12 de dezembro de 2017

Deputados pedem convocação do reitor da Unesp para depor na CPI

Feliciano Filho – Proteção Animal

Em clima de decepção e revolta, a reunião da CPI marcada para o dia 12 de dezembro terminou sem qualquer pronunciamento da Unesp – Universidade Estadual Paulista, convocada para prestar esclarecimentos sobre o uso de animais no ensino em todas as suas unidades espalhadas pelo Estado. Isso porque o professor José Roberto Bosqueiro, da Faculdade de Ciências da Unesp de Bauru, escolhido para representar a instituição, declarou que não domina o assunto proposto.

Na lista de animais usados pelas unidades da Unesp estão: bovinos, suínos, ovinos, equinos, galinhas, patos, coelhos, ratos, aves diversas e peixes. Na unidade de Jaboticabal tem também um canil experimental.  Diante disso, o deputado estadual Feliciano Filho, presidente da CPI, fez a seguinte pergunta ao professor: “Quais procedimentos realizados em animais no ensino não possuem métodos substitutivos?”

Para espanto de todos, Bosqueiro confessou: “Não posso falar daquilo que não conheço. Só posso dizer que cada faculdade tem um comitê de ética para aprovar o uso de animais na parte didática. A pergunta do deputado é muito complexa. Não tenho como falar dos métodos alternativos”.

O professor mencionou que, como bolsista da Fapesp, já recebeu perto de hum milhão de reais em 13 anos de pesquisas envolvendo animais, mas que não tem conhecimento técnico para falar do manuseio de animais em aulas práticas, apenas em pesquisa. Os deputados resolveram então pedir a convocação do próprio reitor da Unesp.

Para Feliciano Filho, foi desrespeitosa a posição da universidade ao enviar um representante despreparado para abordar o assunto: “O reitor conhecia o conteúdo da CPI, pois, me enviou um relatório descrevendo inúmeros procedimentos com animais. Queríamos esclarecimento sobre esses métodos e convocamos a Unesp da mesma forma que também chamamos a USP no dia 28 de novembro e a Unicamp, que será ouvida no dia 13, amanhã. Não sei se foi uma postura estratégica da faculdade, mas agora é o próprio reitor que terá de comparecer à CPI para responder nossas perguntas, caso seja aprovada sua convocação”.

A próxima reunião da CPI de Maus-Tratos é dia 13, quarta-feira, às 11h, no auditório Teotônio Vilela da Alesp (Av Pedro Alvares Cabral, 201, 1º andar, Pq Ibirapuera) e dará continuidade a esse assunto convocando o professor doutor Wagner José Fávaro, do Instituto de Biologia da Unicamp. A reunião é aberta a todos os interessados no tema.

Assista entrevista do deputado Feliciano Filho sobre esse assunto à TV Alesp acessando https://youtu.be/4WvfdYB70sg

 

Nome Completo (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Seu Depoimento