banner site novo
banner site novo
banner 04 editado
banner 04 editado
banner 04 editado
banner 01 editado
banner 01 editado
banner 01 editado
DEPA
DEPA
DEPA

publicado em 14 de março de 2018

CPI DOS MAUS-TRATOS CONTRA ANIMAIS CONVOCA REITOR DA UNESP

A CPI de Maus-Tratos Contra Animais, a primeira da história da Assembleia Legislativa de SP (ALESP), criada e presidida pelo deputado estadual Feliciano Filho (PSC), aprovou nesta terça (13) a convocação do reitor da Universidade Estadual Paulista Júlio Mesquita Filho (Unesp), Sandro Roberto Valentini, para prestar esclarecimentos sobre a utilização de animais no ensino naquela instituição na próxima terça-feira, dia 20, às 11h, no auditório José Bonifácio, com entrada aberta ao público.

“A CPI já ouviu técnicos da USP e da Unicamp e esta última, inclusive, reconheceu que há métodos substitutivos e se dispôs a uma troca de informações com universidades que já não fazem uso de cobaias. A Unesp, no entanto, enviou uma pessoa que não dominava o assunto e isso deixou os deputados muito irritados. Então aprovamos a convocação do reitor para que ele venha dar esclarecimentos pessoalmente”, explicou Feliciano Filho.

A reunião do dia 13 decidiu ainda convidar, para o dia 27,  o secretário de Estado de Logística e Transportes, Laurence Casagrande Lourenço, para prestar esclarecimentos sobre a situação do embarque de bois no porto de São Sebastião. Segundo Feliciano Filho, o embarque de milhares de bois no porto de Santos desde o final do ano passado trouxe à tona um cenário de sofrimento que necessita chegar ao fim.

“Em Santos a ação foi pesada em defesa dos animais. Conseguimos muitas provas de maus-tratos e problemas ambientais que geraram multas altas para a Minerva Foods, empresa exportadora, e também para o Ecoporto. Mesmo assim, o governo federal trabalhou para que a desembargadora voltasse atrás da decisão do dia anterior em que ela mantinha a suspensão da operação e pedia o desembarque dos bois. Chorando os protetores assistiram os boizinhos indo embora”, diz o deputado.

E salienta: “Foi uma atitude imoral e antiética. Como pode o governo mobilizar esforços para beneficiar uma única empresa privada às vésperas de uma eleição? Parece uma reedição do caso Friboi. O PL 31, de minha autoria, que proíbe o embarque de animais vivos para outros países para fins de abate, já passou pela comissão mais importante da Alesp, que é da Constituição e Justiça. Vamos tentar parar com esse cruel transporte de animais vivos pelos portos de SP”, concluiu.

Entenda mais sobre a CPI de Maus-Tratos contra Animais acessando

http://felicianofilho.com.br/noticias/feliciano-cria-1a-cpi-de-maus-tratos-da-alesp/

Acompanhe as reuniões anteriores da CPI de Maus-Tratos que, além da questão do uso de animais do ensino, investigou também a caça aos javalis

http://felicianofilho.com.br/noticias/unicamp-e-ouvida-na-cpi-de-maus-tratos-contra-animais-da-alesp/

http://felicianofilho.com.br/noticias/cpi-de-maus-tratos-contra-animais-foi-um-sucesso/

http://felicianofilho.com.br/noticias/caca-ao-javali-e-investigada-pela-cpi-da-alesp/

Explore o assunto “Animais no Ensino” acessando o site www.animaisnoensino.com.br